horas e minutos. Olá, seja bem-vind@! .

22 julho 2016

A força do lúdico no enfrentamento à violência

Blog da Franssinete


Vejam que iniciativa interessante!
Em 2007, em meados do mês de agosto, o então comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar, sediado em Santarém, ainda tenente coronel, hoje coronel da reserva Osmar Costa Jr., que inclusive se formou em jornalismo na minha turma, na UFPA, criou um mascote, o PMZito, para as ações de cidadania da PM, principalmente na Operação Çairé, na barreira policial localizada na rodovia estadual (PA-457) que dá acesso à vila de Alter do Chão. Na época, a ideia ficou só em adesivos para veículos que eram agraciados pela PM no seu posto de serviço. 

Quando o então capitão Marcelo Ribeiro, que servia naquela unidade, assumiu o comando da 12ª CIPM em Oriximiná, resolveu personificar o PMzito, para as ações desenvolvidas no policiamento preventivo. Para isso teve a ajuda fundamental de um artesão oriximinaense, o Edvaldo Pontes, que confeccionou o boneco em menos de 10 dias. A partir de então a presença do mascote foi constante nos vários eventos,  com a boa vontade do cabo Alderlan Corrêa do Nascimento, que deu vida ao boneco e sempre fez o maior sucesso junto à criançada.

Agora que comanda a 21ª CIPM em Dom Eliseu, o major Marcelo Ribeiro conta com Erlane Gomes dos Santos para colocar o PMzito nas ruas e principalmente nas escolas, utilizando-o como ferramenta lúdica nas atividades de proteção e prevenção junto às crianças que estão em vulnerabilidade social, aos moldes dos mascotes utilizados pela Polícia Nacional do Japão, com a mesma finalidade.

O PMzito faz tanto sucesso, até perante os adultos, que até já tem sua canção, que está no YouTube, composta pela professora Marly Oliveira Harada, ainda nos tempos em que o major Marcelo atuava em Oriximiná.

A 21ª CIPM é a pioneira em Unidades da PMPA que tem o mascote como ferramenta de aproximação e interação com a  comunidade, notadamente a infantil. E os resultados já começam a aparecer. O Programa de Redução de Criminalidade da Segup-PA tinha como meta 13 homicídios no primeiro semestre deste ano em Dom Eliseu. Aconteceram oito, ou seja, 33% a menos. Ainda é muito, afinal cada vida tem importância inestimável; mas já é um bom começo. É um pingo d'água no oceano, sim. Mas se muitos se juntarem nessa empreitada se tornará um rio-mar. Que o bom trabalho do Major Marcelo se multiplique pela PM e dê como frutos a paz social de que tanto precisamos!


18 julho 2016

FAMOSOS NA TV

Duvide se quiser da fama de Kawamura, o nosso professor de Defesa pessoal na Academia de Polícia.
Ele foi convidado para uma solenidade no consulado japonês que fica em Recife. Várias autoridades estavam presentes ao evento, dentre elas o governador de Pernambuco. O professor, depois de nos ensinar o okuri-ashi-barai (golpe que dá uma rasteira no adversário), mandou-nos sentar no tatame para ouvirmos com atenção o que iria nos contar.
Em meio aos cliques dos fotógrafos, em determinado momento, Kawamura estava ao lado do cônsul do Japão e do governador do estado. As câmeras de TV também registraram a cena e no dia seguinte, nos telejornais locais, em Recife, todo mundo perguntava:
- Quem são aqueles dois ao lado de Kawamura?
Depois de ouvir mais uma historinha do mestre, todos de pé para aprender mais um golpe: o-soto-gari.


Para ler mais causos, visite a nossa fanpage: A CASERNA FORA DO SÉRIO

FAMOSOS NA TV

Duvide se quiser da fama de Kawamura, o nosso professor de Defesa pessoal na Academia de Polícia.
Ele foi convidado para uma solenidade no consulado japonês que fica em Recife. Várias autoridades estavam presentes ao evento, dentre elas o governador de Pernambuco. O professor, depois de nos ensinar o okuri-ashi-barai (golpe que dá uma rasteira no adversário), mandou-nos sentar no tatame para ouvirmos com atenção o que iria nos contar.
Em meio aos cliques dos fotógrafos, em determinado momento, Kawamura estava ao lado do cônsul do Japão e do governador do estado. As câmeras de TV também registraram a cena e no dia seguinte, nos telejornais locais, em Recife, todo mundo perguntava:
- Quem são aqueles dois ao lado de Kawamura?
Depois de ouvir mais uma historinha do mestre, todos de pé para aprender mais um golpe: o-soto-gari.


Para ler mais causos, visite a nossa fanpage: A CASERNA FORA DO SÉRIO

17 julho 2016

Não era mentira. Era um pequeno exagero.

LADRÕES
- O-soto-gari é o golpe que deve ser aplicado quando se anda em linha reta! – ensinava o professor Kawamura aos alunos do primeiro ano do Curso de Formação de Oficiais. 
E prosseguia, antes de nos colocar sentados para ouvir suas aventuras:
- O-soto-gari você puxa adversário para seu peito e tira equilíbrio dele, né? – dizia, ao seu estilo.
E complementava:
- Depois passa a perna atrás dele e empurra adversário, né? – concluiu a explicação do golpe com a demonstração.
Em seguida, todos sentados para ouvir mais uma historinha que confirma a fama de Kawamura.
Desta feita, o professor contou que ia atravessando uma rua no bairro da Boa Vista, em Recife, quando percebeu que um carro poderia atropelá-lo. Ele, então, correu mais rapidamente para atingir a calçada do outro da rua. Naquele momento, uma jovem estava sendo assaltada por dois homens. E sem querer, com a sua pressa de chegar do outro lado, Kawamura acabou batendo no braço de um dos assaltantes. Quando um deles percebeu que era o professor, avisou ao comparsa, assustado:
- Ih, é Kawamura, vamos fugir!
Mas, o famoso mestre ao perceber que se tratava de um assalto, segurou o braço de um dos bandidos, imobilizando-o. Mesmo assim, o assaltante sacou uma faca e ainda chegou a cortar superficialmente o braço do professor, antes de ser imobilizado.
Mas, o mestre encerrou a sua fala dizendo:
- Kawamura entrega sangue, mas quebra osso, né?

-----------------------------------------
Extraído do livro:  A CASERNA FORA DO SÉRIO

MELHOR IDADE NO QUARTEL


Miguel Arraes era governador de Pernambuco e compareceu a uma solenidade de entrega do Espadim, na Academia de Polícia Militar do Paudalho.
Pela sua idade, chegamos a pensar que ele não aguentaria ficar de pé durante toda a solenidade, numa manhã de calor muito forte.
Um assessor ofereceu uma cadeira para o governador descansar. Miguel Arraes teria informado ao cuidadoso assessor:
- Eu lhe agradeço a gentileza da cadeira, mas quero lhe dizer que, se aqueles dois velhinhos que estão na tropa, de capacete e fuzil, estão de pé até agora, você acha que eu não vou aguentar?
Arraes se referia aos cadetes Amaral e Frota.
Que maldade. Essa historinha foi criada. Arraes não falou isso.
Mas, eu não perco a piada. Os amigos já perdi faz tempo.


Extraído do Livro A Caserna Fora do Sério: o lado cômico da vida policial.

MELHOR IDADE NO QUARTEL


Miguel Arraes era governador de Pernambuco e compareceu a uma solenidade de entrega do Espadim, na Academia de Polícia Militar do Paudalho.
Pela sua idade, chegamos a pensar que ele não aguentaria ficar de pé durante toda a solenidade, numa manhã de calor muito forte.
Um assessor ofereceu uma cadeira para o governador descansar. Miguel Arraes teria informado ao cuidadoso assessor:
- Eu lhe agradeço a gentileza da cadeira, mas quero lhe dizer que, se aqueles dois velhinhos que estão na tropa, de capacete e fuzil, estão de pé até agora, você acha que eu não vou aguentar?
Arraes se referia aos cadetes Amaral e Frota.
Que maldade. Essa historinha foi criada. Arraes não falou isso.
Mas, eu não perco a piada. Os amigos já perdi faz tempo.


Extraído do Livro A Caserna Fora do Sério: o lado cômico da vida policial.

Jogo do Remo será no dia do meu casamento


13 julho 2016

Concurso Público para a Polícia Civil

A Polícia Civil do Pará e a Secretaria de Estado da Administração (Sead) publicaram no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (12) edital de concurso público para o provimento de 650 vagas, assim distribuídas: 150 para o cargo de delegado, 300 para investigador, 180 para escrivão e 20 para papiloscopista. A organizadora, já definida, é a Fundação Carlos Augusto Bittencourt (Funcab).

Conforme anunciado no início da semana passada, o edital do concurso dá continuidade à política de renovação do quadro efetivo de servidores da área de segurança do Estado, que ao lado dos concursos do Corpo de Bombeiros, com a quarta e última fase em processo de finalização, e da Polícia Militar do Estado, que tem provas previstas para o próximo dia 31, oferece mais de três mil vagas.

Para todas as carreiras será necessário ter curso superior, com exigência de bacharelado em direito para delegado. As remunerações, atualizadas, serão de R$ 5.204,05 para investigador, escrivão e papiloscopista; e de R$ 12.250 para delegado, com acréscimo de auxílio alimentação no valor de R$ 650 para todos os cargos.

As inscrições poderão ser feitas no site www.funcab.org, a partir de sexta-feira (15) até 21 de agosto, com taxas no valor de R$ 110 para os cargos de investigador, escrivão e papiloscopista, e R$ 140 para delegado, que deverão ser pagas entre os dias 20 de julho a 22 de agosto.

As provas serão aplicadas em quatro municípios: Belém, Santarém, Marabá e Altamira. A prova objetiva para investigador, escrivão e papiloscopista será na data provável de 11 de setembro de 2016; para delegado, o exame objetivo e a peça processual têm data provável de 25 de setembro. O certame prossegue com as etapas de capacitação física, exame médico, exame psicológico, investigação criminal e social e curso de formação.

Para se inscrever no concurso, o candidato deve ser brasileiro com idade mínima de 18 anos; ter concluído o ensino superior até a data de matrícula; estar em dia com as obrigações eleitorais e militares (para os homens); gozar de saúde física e mental; e não ter antecedentes criminais. O último concurso da Polícia Civil foi em 2013 e ofereceu um total de 670 vagas. Na ocasião, o certame teve 23.674 inscritos.
Por Mário Costa - Agência Pará

Vai ter sorte assim lá na China!


O que você faria se encontrasse uma criança de seis anos de idade perambulando pela rua?

video

11 julho 2016

Um show de dança e de vitalidade

video

Supremo pode decidir hoje sobre ponto facultativo no TJPA


O Supremo Tribunal Federal deve decidir, por toda esta segunda-feira (11), sobre o mandado de segurança impetrado pelo Tribunal de Justiça, por meio da Procuradoria Geral do Estado, contra liminar do Conselho Nacional de Justiça que suspendeu, na semana passada, portaria facultando o ponto no TJPA às sextas-feiras, durante este mês de julho.
O mandado de segurança - veja na imagem da movimentação processual - foi protocolado sob o número 34280. Na quinta-feira passada, o relator, ministro Luis Roberto Barroso, mandou ouvir o Departamento de Tecnologia da Informação do CNJ sobre se é necessariamente imprescindível suspender o expediente forense para a realização de serviços manutenção programada/corretiva nos sistemas informatizados do Tribunal.
Essa foi uma das alegações do TJPA para suspender o expediente às sextas-feiras. O outro argumento foi o de que, durante os meses de julho, é "peculiar diminuição da demanda jurisdicional no Estado do Pará em razão, principalmente, das férias escolares, quando boa parte da população tende a sair da cidade rumo aos balneários do Estado".
Na última sexta-feira (08), o mandado de segurança encontrava-se "conclusos" para decisão, ou seja, o processo já continha todas as informações necessárias para instruir o relator, que, portanto, já pode decidir se concede ou não a liminar que pede a derrubada da liminar do CNJ.

http://blogdoespacoaberto.blogspot.com.br/

10 julho 2016

Uma aula de respeito

Por isso que nós, da Segurança Pública, temos que começar a nossa fala com as crianças dentro da sala de aula e não nas delegacias especializadas.

CARTA DE UMA MÃE PORTUGUESA

Meu querido filho Manuel,

Escrevo estas poucas linhas para 0saberes que estou viva. Escrevo devagar porque sei que não gostas de ler depressa. Se receberes esta carta é porque chegou. Mas se não chegar, peço que tu me avises que envio outra.

Teu pai leu nos jornais que a maioria dos acidentes ocorre a 1 km de casa. Por isso decidimos nos mudar para mais longe.

Sobre o casaco que tu querias, teu tio disse que seria muito caro enviar pelo correio por causa dos botões de metal que pesam muito. Por isso arranquei-os todos e coloquei em um dos bolsos. Assim, quando o casaco chegar aí, basta que tu pregues os botões novamente.

Outro dia houve uma explosão no botijão de gás aqui na cozinha. Teu pai e eu fomos atirados para o ar, saimos pela janela e fomos parar na rua, mas quanta emoção, meu filho, já que há muitos anos eu e seu pai não saíamos juntos!

Sobre nosso cãozinho, o Rexlino, ele foi atropelado e o veterinário teve que cortar-lhe um pedaço do rabo. Por isso, meu filho, preste tu também muita atenção sempre que fores atravessar a rua.

Tua irmã Maria vai ser mãe. Mas como ainda não sabemos se será menino ou menina, não sei se tu serás tio ou tia.

Hoje teu cunhado trancou o carro com as chaves dentro. Tive um trabalho enorme para ir em casa buscar a chave reserva mas por sorte retornei a tempo pois começara a chover e a capota do carro estava arriada..

Se encontrares a dona Rosinha, diga-lhe que mando lembranças. Mas se não a encontrares, não precisa dizer nada.

Um beijo da tua mãe.

PS: eu ia enviar-lhe os 300 euros que me pediste, mas quando me lembrei,  já havia fechado o envelope. hahahahahaha